Tema Acessibilidade

A Canção do Silêncio

O vento entreabre a janela.
Cautelosamente, caminho ao encontro do som
que invadiu o meu quarto
e desfila afrontoso,
cantarolando uma ode inaudível.
Os meus ouvidos,
turvos de timidez,
hesitam.
Vagarosamente, esgueiram-se para fora,
e, juntamente dos demais sentidos,
pasmam.
A Lua, Cheia de si,
celebra o anoitecer
entoando
A Canção do Silêncio.

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados ao autor. Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
0
60 visualizações •
Denuncie conteúdo abusivo
Jeane Tertuliano ESCRITO POR Jeane Tertuliano Escritora
Campo Alegre - AL

Membro desde Agosto de 2020

Comentários