Tema Acessibilidade

MINHA PRIMEIRA PAIXÃO

Ela pra mim era a flor
Mais linda da natureza.
Era um anjo sertanejo,
Tudo nela era beleza.
Era a moçada mais formosa
Aqui dessa redondeza.

Ela tinha o sorriso
Mais lindo do interior,
Um corpo exuberante,
Um olhar encantador...
Pra todo mundo eu dizia:
"Ela é meu grande amor!".

Em meu peito eu sentia
Um sentimento profundo.
A minha peixão por ela
Era a maior desse mundo
Meu coração declamava
O seu nome lá no fundo.

Um dia eu descobri
Quanto doía amar.
Uma tarde ela partiu
Pra longe desse lugar,
Me deixando o sofrimento,
A tristeza e o penar.

Nem se quer se despediu,
Nenhuma carta deixou.
Depois que ela partiu
Minha vida se acabou.
Recordo a última vez
Que a gente se beijou.

Nessa vida eu nunca soube
Aonde ela fez parada.
Nunca arranquei do peito
Essa peixão tão mdlvada
Que não me faz esquecer
A minha primeira amada.

Hoje quando lembro dela
Nas horas de solidão,
Uma dor que não tem cura
Invade o meu coração.
Eu morrerei recordando
Minha primeira paixão.

(Santana do Mundaú-AL / 1 de agosto de 2017)

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados ao autor. Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
0
109 visualizações •
Denuncie conteúdo abusivo
Cícero Manoel ESCRITO POR Cícero Manoel Escritor
Santana do Mundaú - AL

Membro desde Agosto de 2014

Comentários