Tema Acessibilidade

A HISTÓRIA DO ESTÁDIO ADALBERTO JOÃO DE LIMA E DA PRAÇA JOSÉ MÁRCIO CAVALCANTE DA CIDADE DE SÃO MIGUEL DOS CAMPOS - AL.

\
• Atualizado

Antes, esta área era um cercado de arame farpado e no final do cercado havia uma bomba hidráulica, que puxava águas do rio São Miguel para abastecer os maquinários da Companhia de Fiação e Tecidos Vera Cruz.

Quando o prefeito Humberto Maia Alves fez o aterro, na década de sessenta, para a construção do bairro que presta o seu nome, ele também aterrou o espaço, pertencente a indústria, a pedido do industrial.

Nos idos dos anos setenta, os funcionários da fábrica criaram um time de futebol, denominado de Sport Clube Vera Cruz e o local onde o prefeito tinha aterrado, o dono da fábrica fez um campo de futebol, destinado aos funcionários da fábrica e aos moradores do Bairro Humberto Maia Alves.

O espaço passou a ser o ponto de lazer dos funcionários da fábrica como também da comunidade miguelense, principalmente nos dias de feriados e nas tardes de domingos, quando o Vera Cruz jogava.

Na década de oitenta foi criado o Campeonato Miguelense de Várzea, onde outras equipes foram surgido, como por exemplo: Penharol, Internacional, Palmeiras, Coité, Ajax, etc.

Pra nossa tristeza, a fábrica foi fechada e os seus bens materiais foram comprados pela prefeitura do município, na segunda gestão do prefeito Nivaldo Jatobá, ou seja, de 2001 a 2004.

No decorrer dos anos, o local ficou sendo palco principal dos times amadores do município como também servia de rachas para os jovens futebolistas da cidade.

Na gestão do prefeito Pedro Ricardo Jatobá o campo recebeu uma grande reforma, ganhando assim, um novo visual, foram colocados traves novas, gramados, postes com refletores, alambrados e dois vestiários, um para o time da casa e o outro para o time visitante como também foram alavancadas, duas casamatas, para confortar os jogadores reservas de cada equipe.

Também foram erguidos diversos bancos de alvenarias, ao redor do campo, para acomodar os torcedores.

Também o prefeito iniciou o calçamento do lado esquerdo do campo, para dar mais segurança e conforto aos moradores do bairro.

O Estádio de Futebol foi homenageado com o nome do vereador, "Adalberto João de Lima".

Adalberto João de Lima, conhecido também pelo pseudônimo de Ara, nasceu em 1927, na cidade de Maceió.

Ara chegou à cidade de São Miguel dos Campos na década de cinquenta, ainda muito jovem, ele veio defender as cores do Sport Club Fabril como também para trabalhar na Companhia de Fiação e Tecidos São Miguel (Fábrica Sebastião Ferreira). Ara exercia a função de goleiro no clube e de operador de máquina na indústria.

Nos idos de sessenta, ele sofreu um acidente de trabalho na indústria e teve que amputar um pedaço do braço direito.

a Quando a indústria fechou, Ara veio morar com a família no Bairro Humberto Maia Alves, em 1969.

Era casado com Maria de Lourdes Pacheco de Lima e pai das professoras: Maria Gedalva, Maria Elisabete, Maria José e Quitéria Pacheco de Lima.

Como desportista, Ara treinou diversas equipes do município, entre elas, o Sport Club Centenário, que na época de setenta, era a maior sensação do interior de Alagoas. Ara também exerceu a função de juiz de futebol.

Ara era conhecido na cidade como uma pessoa folclórica, suas estórias atraíam jovens e adultos.

Como político, Ara fez diversos projetos em prol do município de São Miguel dos Campos como também para a comunidade miguelense, como por exemplo: contratação de professores para a Escola Ana Lins, locação de ônibus para levar os estudantes para Satuba e Maceió e da construção do Estádio o Ferreirão.

Ara foi eleito como vereador nas seguintes legislaturas: Na administração do prefeito Moacir Cavalcante, de 1961 a 1964; na administração do prefeito Humberto Maia Alves, de 1973 a 1976 e na administração do prefeito Tarcísio Soares Palmeira e Manuel Ferreira de Amorim, de 1977 a 1978 e de 1979 a 1982.

Este baluarte da política e do esporte alagoano, faleceu no dia 03 de abril de 2009.

Seu corpo está sepultado no Cemitério Nossa Senhora da Consolação, na cidade de São Miguel dos Campos, estado de Alagoas.

Do lado esquerdo do campo foi construída uma praça, com diversas atrações para as criançadas, brinquedos, aréa de lazer, canteiros com gramas e bancos de alvenarias.

A praça foi louvada com o nome do despostista José Márcio Cavalcante e faz parte do complexo do Estádio Adalberto Joáo de Lima.

José Márcio Cavalcante nasceu no município de São Miguel dos Campos, estado de Alagoas.

Empresário de renome nacional, representante e distribuidor do Açúcar Caeté, para todo Brasil.

Foi eleito vice - prefeito, em dois mantados consecutivos, de 1997 a 2000 e de 2001 a 2004,na chapa do prefeito Nivaldo Jatobá.

Como desportista, foi diretor e conselheiro do CSA - Centro Esportivo Alagoano e presidente do Sport Club Miguelense.

O Miguelense foi Vice - Campeão do Campeonato Alagoano de Futebol, de 1999 e foi um dos representantes de Alagoas, na Copa do Nordeste, em 2000.

Márcio Cavalcante faleceu em Maceió, no dia 19 de maio de 2020.

O Estádio de Futebol Vereador Adalberto João de Lima e a Praça José Márcio Cavalcante, foram inaugurados no dia 25 de outubro de 2020.

Ambos, estão localizados no Bairro Humberto Maia Alves, na entrada para o povoado do Coité.

( Texto Escrito Por Ernande Bezerra de Moura )

Copyright © 2021. Todos os direitos reservados ao autor. Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
0
±500 visualizações •
Atualizado em
Denuncie conteúdo abusivo
Ernande Bezerra ESCRITO POR Ernande Bezerra Escritor
São Miguel dos Campos - AL

Membro desde Junho de 2011

Comentários