Tema Acessibilidade

Rêveries de Solitude

Não adormeço, sinto a fadiga

Obversoo alvorecer da manhã

Com ela a angustia... angustia

Mais um dia, o simples ato de respirar tornou-se árduo

Atentoào cerco em que me encontro,

Donde por muitas fiei ter acomodado

Assim, tomado por ecos

Seguidos de porquês lancinantes,

Flertes fatais embalados por melodias distorcidas

O querer se torna tão real, que o não temer

Preencheas alvoradas de medo...

Copyright © 2021. Todos os direitos reservados ao autor. Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
0
±500 visualizações •
Denuncie conteúdo abusivo
Jefferson Gleidson ESCRITO POR Jefferson Gleidson Escritor
Maceió - AL

Membro desde Fevereiro de 2011

Comentários