Tema Acessibilidade

Nossos Clichês

• Atualizado
Quão memoráveis são suas marcas,
que a cada olhar me remarcam.
E os detalhes da sua singularidade,
que enquanto me enlaçam
transladam-me para mais próximo de ti.
A minha pele ama-te desmedidamente,
Que grita quando tu não estás aqui
a oferecer doses de reações químicas à minha mente.
És minha mousse de goiaba
e nos sabores da tua presença,
me enche de fome a tua ausência
como um nó que aperta o estômago!
Se por um lado me pedes um beijo,
toca minh'alma em desejos
e desejo desesperadamente seu abraço,
desse modo posso reiniciar em teus braços
enquanto namoro o teu sorriso.
Está escrito,
Numa reta em seu infinito
O quanto te quero
E o quanto espero,
Para estar novamente ao seu lado.
Sonho cada segundo dessa vida com você
E meus melhores sonhos estão guardados
para realizá-los contigo enquanto viver.
Copyright © 2021. Todos os direitos reservados ao autor. Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
0
±100 visualizações •
Atualizado em
Denuncie conteúdo abusivo
Ramon Silva ESCRITO POR Ramon Silva Escritor
Coruripe - AL

Membro desde Setembro de 2014

Comentários


Outros textos de Ramon Silva

Poesias
OPACO
Atenção! Texto escrito apenas para pessoas que se classificam de acordo com o significado descrito abaixo: OPACO // Ato ou efeito de se sentir intransponível; inacessível, inflexível. Não é possível transpor! Não tente, não queira, não busque.
Poesias
Cem títulos
Cem introduções