Tema Acessibilidade

ALAGOAS É MEU LAR TAMBÉM PODE SER O SEU

• Atualizado
Alagoas lindo estado
Terra do meu coração
Sou filho desse teu chão,
Por ti sou apaixonado.
Nesse teu solo sagrado
A inspiração bateu
Um mote apareceu
Pra o poeta versar.
Alagoas é meu lar
Também pode ser o seu.
Alagoas fonte pura
De Graciliano Ramos,
Escritor que exaltamos
Na nossa literatura.
Nessa terra de cultura
Jorge de Lima nasceu,
Por aqui ele cresceu
Chegando a se consagrar.
Alagoas é meu lar,
Também pode ser o seu.
Alagoas que eu adoro,
Lugar lindo igual um broto,
De Floriano Peixoto,
De Marechal Deodoro,
Se eu sair daqui eu choro,
Djavan aqui nasceu,
A Marta aqui cresceu
Com uma bola a chutar.
Alagoas é meu lar,
Também pode ser o seu.
Terra de cabra da peste,
Alagoas é moral,
Ela tem o litoral
Mais bonito do Nordeste.
Numa beleza celeste
Nas praias que Deus nos deu,
O nobre e o plebeu
Entram para se banhar.
Alagoas é meu lar,
Também pode ser o seu.
Alagoas do jurista
Grande, Pontes de Miranda,
De Aurélio Buarque Holanda,
Nosso dicionarista.
Théo Brandão, o folclorista,
Enquanto aqui viveu,
Brindou e enalteceu
A cultura popular.
Alagoas é meu lar,
Também pode ser o seu.
Alagoas das lagoas,
Da cana que não é fraca,
Do fumo de Arapiraca.
Bem vindo a Alagoas!
Terra onde as pessoas
Acolhem você e eu,
Quem nessa terra nasceu
Nela quer se enterrar.
Alagoas é meu lar,
Também pode ser o seu.
Alagoas meu espelho
Terra de rico folclore,
Essa terra se colore
Do azul e do vermelho.
No salto de um coelho
Alagoas floresceu,
O mundo já conheceu
Sua arte popular.
Alagoas é meu lar,
Também pode ser o seu.
Alagoas do Guerreiro,
Da Quadrilha de São João,
O Coco de Roda, então...
É puro é verdadeiro!
Eu digo, no mundo inteiro
Não tem outro igual ao meu.
Guimarães Passos viveu
Neste bonito lugar.
Alagoas é meu lar,
Também pode ser o seu.
Alagoas o teu chão
É de Nise da Silveira,
Psiquiatra guerreira
De grande revelação.
Alagoas meu rincão,
São Francisco te lambeu,
O Mundaú te encheu
De beleza secular.
Alagoas é meu lar,
Também pode ser o seu.
Alagoas meu troféu,
No teu solo super quente,
João de Lima faz repente,
Jorge Calheiros, cordel.
Entre a terra e o céu
No Muquém que se ergueu,
Dona Irineia aprendeu
O seu barro modelar.
Alagoas é meu lar,
Também pode ser o seu.
Alagoas do vaqueiro,
Do aboio, da toada,
Do cantor de vaquejada,
Cara Veia forrozeiro.
Do sertanejo guerreiro
Que quando a seca bateu,
E a chuva se escondeu
Não chegou se retirar.
Alagoas é meu lar
Também pode ser o seu.
No Francês e na Sereia
Me banho toda semana,
Vou pra Palmeira, Santana,
E pra Delmiro Gouveia.
Tua gente tem na veia
O palavreado teu,
Jorge Cooper escreveu
Nessa terra exemplar.
Alagoas é meu lar,
Também pode ser o seu.
Afastado de seus mares,
Lá na Serra da Barriga,
Zumbi lutou sem fadiga
No Quilombo dos Palmares.
O sangue jorrou nos lares,
Zumbi a vida perdeu,
Mas seu nome não morreu,
Aqui vive a reinar.
Alagoas é meu lar,
Também pode ser o seu.
Dom Pedro II viu
A beleza de Penedo.
Em Piranhas me dá medo
Onde Lampião caiu.
Alagoas emergiu
Muito se desenvolveu,
Foi aqui onde viveu
O guerreiro Calabar.
Alagoas é meu lar,
Também pode ser o seu.
Terra de Hermeto Pascoal,
Músico de qualidade,
Tem beleza e raridade
Tua linda capital.
Maceió é genial,
Só sabe quem conheceu,
Saudades até me deu
De me banhar em seu mar.
Alagoas é meu lar,
Também pode ser o seu.
Alagoas de encantos
E de rara natureza,
Terra de muita beleza
Bonita nos quatro cantos.
Nos teus bonitos recantos
Esse poeta escreveu
O que mote que apareceu
Pra te homenagear.
Alagoas é meu lar,
Também pode ser o seu.
Santana do Mundaú – AL
12 dezembro de 2018
Copyright © 2021. Todos os direitos reservados ao autor. Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
0
±500 visualizações •
Atualizado em
Denuncie conteúdo abusivo
Cícero Manoel ESCRITO POR Cícero Manoel Escritor
Santana do Mundaú - AL

Membro desde Agosto de 2014

Comentários