Tema Acessibilidade

O PRIMÓRDIOS E A EVOLUÇÃO DE SÃO MIGUEL DOS CAMPOS -ALAGOAS.

• Atualizado

O povoamento das terras de São Miguel teve a sua ocupação iniciada pelos índios Caetés, que habitavam toda região litorânea, em especial, o rio São Miguel.
Mas o impreciso sentido de povoamento, considerando-se com a presença do civilizado, imigrantes que vieram da Europa, principalmente de Portugal, tentar a sorte nesta localidade, atraído pelos campos e pelo solo fértil dessa região, considerado o mais produtivo do Brasil.
Entretanto, a fixação do homem colonizador veio a se definir com a fundação de São Miguel, infelizmente não há uma data exalta de quando o núcleo foi formado. Sabemos que o rio São Miguel foi descoberto no dia 29 de setembro de 1501, por Américo Vespúcio e Gonçalves Coelho e logo após o descobrimento do rio, o território foi alvo dos contrabandistas divido ao famigerado pau-brasil. há notícia que os primeiros colonizadores a chegar em São Miguel foram os irmãos, João e Sebastião Ferreira da Rocha, naturais da cidade de Viana do Castela, Portugal.
De acordo com a historiografia de Alagoas, São Miguel iniciou a sua fundação quando o território foi repartido em sesmaria, em 1612. Foi daí que começaram a surgir os engenhos de açúcar, as casas grandes, as senzalas e as capelas. Só depois que deram início a construção do povoamento do povoado. Às sesmarias que mais prosperaram foram, a de Filipa de Moura e de Sebastião Ferreira da Rocha.
Em 1683, já havia o Curato em São Miguel, sobre a invocação de Nossa Senhora do Ó e que foi transformado em Freguesia em 1702. antes dessa data, havia no município três igrejas, duas delas, foram devastadas pelas enchentes do rio São Miguel, a igreja de Nossa Senhora do Livramento e a Ermida da Santa Cruz, ambas foram demolidas exatamente no mesmo ano, em que o povoado passou a condição de freguesia. Já a igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos, permaneceu quase dois séculos sendo a matriz oficial do povoado, mas divido às consequências das enchentes do rio, ela foi demolida em 1938.
Antigamente o território de Alagoas era dividido em duas parte, vila de Santa Madalena da Lagoa do Sul e vila de Santa Madalena da Lagoa do Norte. O povoado de São Miguel pertencia a vila de Santa Madalena da Lagoa do Sul, que depois recebeu o nome de Cidade de Alagoas, a primeira capital da província, atual Marechal Deodoro. Faziam parte do povoado de São Miguel, os seguintes distritos: Barra de São Miguel, Campo Alegre (Mosquito), Boca da Mata, Roteiro e Jequiá da Praia.
No dia 10 de Julho de 1832, o povoado de São Miguel foi elevado à categoria de vila, pelo Decreto do Governo Geral da Regência, divido o seu crescimento e o seu desenvolvimento, nesta época a vila de São Miguel contava com mais de trinta engenhos de açúcar, espalhados por toda região, a maioria era de propriedade de Ana Lins e família, filhos, genros e sobrinhos.
No dia 18 de junho de 1864, a vila de São Miguel desmembrou-se da Cidade de Alagoas e foi elevado a condição de cidade, pela Lei 423 com o nome de São Miguel, em seguida foi acrescentando a denominação restritiva dos campos, em consequência dos Campos de Arrozais de Inhauns. A partir de antão, a cidade passou a ser chamada de "São Miguel dos Campos".
Com a perca desses distritos citados no texto, São Miguel dos Campos diminuiu bastante seu territorial. Hoje o município tem uma área de 335,683 quilômetro quadrado.

(Texto Escrito Por Ernande Bezerra de Moura)

Copyright © 2022. Todos os direitos reservados ao autor. Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
0
±100 visualizações •
Atualizado em
Denuncie conteúdo abusivo
Ernande Bezerra ESCRITO POR Ernande Bezerra Escritor
São Miguel dos Campos - AL

Membro desde Junho de 2011

Comentários