Portal Escritores

Uma Crítica à Vida

 

Essa poesia não faço pra mim ou pra vocês
Transcrita em inglês ou Francês
Tanto faz, tanto fez.
Faço essa poesia pra vida
Uma criança crescida
Malcriada, fantástica
Mimada e sarcástica.
A vida é um insulto
Às vezes um esbulho
Do nada perdemos tudo.
A vida é um enigma
Nem o desvendamos
E termina.
A vida pode ser divina
Ou maligna purpurina
Que ao voar traz alegria

E ao cair tragédia infinda.

 

 
Claudenor de Albuquerque

Comentários

Deixe seu comentário

Para enviar um comentário você precisa estar logado: login
Claudenor de Albuquerque
Escrito por:
Claudenor de Albuquerque
Escritor

Visão Geral do texto

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Publicado em 11 de Setembro de 2010

Atualizado em 19 de Setembro de 2014

Já foi visto 878 vezes

Favorito de 0 leitor

Categoria Poesias


876
Leram
0
Vão ler

Tags

Textos Relacionados
ALMA ERRADA

Por Lucélia Pontes

Nada

Por Severino Ramos Barbosa

As Palavras

Por Fábio dos Santos

Corações Fragmentados

Por Emanuel Galvão

Sob o Signo da Sensualidade

Por Emanuel Galvão

Textos do Mesmo Autor
Um Soneta Sobre a Mesmice

Por Claudenor de Albuquerque

A Serpente e a Harpia

Por Claudenor de Albuquerque

Burguesia

Por Claudenor de Albuquerque

Vida Incerta, A Melhor Descoberta

Por Claudenor de Albuquerque

Um Soneto Sobre a Mesmice

Por Claudenor de Albuquerque