Portal Escritores

Concurso cultural

Resultado

Colocação Autor Poema ou Verso

64

Janecleide davila da Silva
Belém - AL
ONDE RENASCEM OS PENSADORES

No berço de grandes escritores
Surgem novos autores
Embalados pelos versos
Dos poetas precursores

Alagoas é o leito
Onde nascem muitos cronistas
Alguns de parto normal
Outros mais realistas
O choro é o alento
A escrita, o sustento
Que nos faz encher a vista!

No berço de grandes professores
Surgem mais pesquisadores
Embriões bem formados
Tornam ventres sagrados
Na terra dos pensadores!

Devo citar Douglas Apratto
Professor e historiador
Que luta pra vender seus livros
Paga para ser escritor
Sem apoio, nem editora
É o poeta amador
No berço de grandes escritores
Os médicos escrevem e curam dissabores

Assim nasceu Arthur Ramos
Para cuidar da palavra
E do povo alagoano!
O doutor que trabalhava com amor
Foi etnólogo, folclorista, psicólogo
Antropólogo, indigenista
Com a tese organização dual
Apresentou títulos, livros e entrevistas
Levando Pilar ao México, Estados Unidos
Alemanha e França
Sua obra é considerada
A mais rica herança!

Alagoas teve outro rei
Lêdo Ivo da esperança
Trouxe a espada e o pão
A leitura como uma criança
Na palhoça ou mocambo
Para nossa salvação
Surgem novos autores
Como Dom Sebastião
“Com seu chicote flor de fogo
Castigar quem mata o povo
Condenar o ladrão”

Mas, ainda outros poetas
Deixaram seus legados
Alagoas é mesmo
Um solo abençoado!
Porque foi aqui que nasceu Jorge de Lima
O poeta conceituado
Através de suas rimas
Mostrou a Nêga Fulô
Denunciando a escravidão
E os crimes do Sinhô

O mestre graça
Em seus autos sem riso e alegria
Nas securas das palavras
Ríspidas elegias!
Traduzem a tristeza
Da pobre monotonia

Surgem novas gerações
Autores que tiveram como inspiração
Mamando na literatura de Nise da Silveira
E Anilda Leão
Fortificou-se Arriete Vilela
Jairo Campos, Enaura Quixabeira
Cida Lima, Martha Brandão
Sérgio Moraes, a revelação!

O poeta nasce em todas as coisas
E em todo lugar
Basta-nos a observação
A vontade de admirar
Nos mangues e guaiamuns
No esporão do bagre
Pescado na Mundaú
Nas unhas que raspam mandioca
Nas enxadas dos lavradores
Nas belezas da Garça Torta
Nas favelas, nos meninos dormindo
E até na chuva caindo
Nas caras esfomeadas
Nos alagoanos sem trabalho
Nas praças jogando bozó e baralho

Personagens descritos
Nas páginas de muitas memórias
Poetas plumitivos
Esquecidos na inglória
Que nascem e morrem todo dia
Na ficção e na história


 

63

Elieide do Nascimento Silva
Carneiros - AL
Terra de Inspiração


E como não me inspirar
Com tamanha beleza?
Como não amar esta terra
Que é nossa por natureza?
Alagoas, terra de mares, rios e lagoas
Terra seca da caatinga do sertão
Mas também preciosas paisagens
Do sertão ao litoral
E como presente de Deus
O Velho-Chico deságua
Despejando suas águas no mar
Mas antes em seu percurso
Cortando a terra ele segue
Em planícies, depressões, vales e rochedos
Matando a sede e a fome
De toda uma nação
Alagoas, de uma vasta cultura
De um povo forte e destemido
Que aprende desde o nascer
Que a vida mesmo sofrida
Não se deixa esmorecer
Alagoas, que tanto ouço falar
Terra dos marechais
De ilustres reconhecidos
Que escreveram seus nomes
Em forma de vários talentos
Que inspiram gerações
Na dança, na música, ou escrita
Em uma cultura sem fim
Que espalha suas raízes
Por onde quer que andemos
Alagoas, sinônimo de arte
Berço de escritores
Que rabiscam no papel
Seus sonhos, seus risos, suas dores
Que fazem com a sua arte
Os amantes da escrita
Expressar seus amores
Terra de muitos valores
De um povo de fé
Que mostra em oração
Sua imensa gratidão
Alagoas, uma diversidade tamanha
Que percorre sua extensão
Semeando cultura e arte
Embelezando a vida
Motivando seu povo
Fazer da arte uma escolha
E várias possibilidades
De qual caminho seguir.



 

63

Altamir de Oliveira Teixeira do Nascimento
Maceió - AL
Alagoas o lugar,
Dos poetas escritores,
Arthur Ramos, Jorge de Lima,
Ledô Ivo, e outros valores,
Servem de inspiração,
Para os novos autores.

Sou escritor e me inspiro,
Nos escritores do passado,
Guimarães Passos é um deles,
Nascido em nosso Estado,
Morreu, mas ainda hoje,
Seu nome é lembrado.

Em março de 1989,
Dona Rosa concedeu,
O seu filho Costa Rego,
Para o mundo ofereceu,
E o povo em massa dizia,
Mais um poeta nasceu.

Sua história me envolveu,
Chamou a minha atenção,
Por isso como poeta,
Pus a caneta na mão,
Oferecendo esses versos,
Em forma de gratidão.

Escrever é minha paixão,
Sigo vivendo nos bastidores,
No cenário dos poetas,
Vou conseguindo alguns leitores,
Para mostrar ao mundo,
Que sou um dos novos autores.
 

Luana Sampaio Durval
Santa Luzia do Norte - AL
Berço de grandes personalidades

Neste celeiro da humanidade
Surgem tantas personalidades
Homens nascidos dos mangues
Viajando pra cidades
Conquistam o Sul e o Sudeste
Superam dificuldades

Alagoas deu ao mundo
O grande dicionarista
Aurélio Buarque de Holanda
Com definições perfeccionistas
Nascido em Passo de Camaragibe
Das letras, protagonista

Alagoas também pariu
Graciliano Ramos
Um homem lesto na caneta
Com suas características
Nós lacramos!

Admiramos ainda, Nise da Silveira
A guerreira da psiquiatria
Se de médicos e loucos
Cada um de nós
Tem um pouco
Ela tinha demais!
Aliás, suas pesquisas propunham respeito
Terapia, arte como medicacão
Pela primeira vez
Os pacientes eram vistos como cidadãos!

Nem todas as personalidades
Caberiam neste poema
Nem mesmo num barema
Podíamos relacionar
Mas, chega cá, basta pesquisar
Sobre este lugar
Terra das personalidades
eis a grande verdade!
 

Erica Matias dos Santos
São Miguel dos Campos - AL
PEDRA PRECIOSA

Como Carlos Moliterno escrevo à beira-mar
E uma ave branca noturna
Faz-me na vida pensar.
Oh! Alagoas quantas belezas tens em meu olhar.
És um Estado abençoado, meu esconderijo e meu lar.
Glorificarei teu nome em todo lugar que eu chegar.
És minha musa inspiradora, dona do meu pensar.
Uma pedra preciosa, lapidada pelo tempo.
Orgulho-me de ti Dama das Águas
E terra de imortais.
Dona das minhas dores,
E dos meus amores que não esquecerei jamais.
Terra do guerreiro e dos verdes canaviais,
Possui raras e belas paisagens que transformaram-se
Em cartões-postais.
Tenho por ti uma enorme afeição
És berço de grandes artistas
Escritores consagrados
Como Lêdo Ivo e Théo Brandão
Que deixaram suas obras marcadas pela profunda emoção.
Não posso esquecer de Arriete Vilela,
Mulher simples e esbelta que para mim é uma fonte de inspiração.
Quero agraciar-te Alagoas com a minha poesia
Que escrevo com a alma,
Sentindo a brisa da maresia.
 

Valdylene Kelle da Silva Aquino
Pilar - AL
POEMA

"SOU A COR"

Tenho asas para poder voar
Estou livre e de mãos atadas
Sou escrava podendo escravizar
Sou a espera de um novo caminhar

Sou o vento a acariciar
Sou o sonho que não pode sonhar
Sou a musica que não posso cantar
Sou a esperança de quem não pode esperar

Sou o novo dia
Sou o dia novo
Sou o retrato pintado com chicotes
Sou a paisagem do passado presente
Sou o negro tão somente contente E descontente

Sou a escrita e o escritor
Sou a memoria de um viajante
Sou mais que um remo
Sou o remador

Sou a hisória
Sou a descendência de luta e clamor
Sou zumbir dos palmares
Sou guerreiro
Sou a cor
 

Anobelino Martins
São Luís do Quitunde - AL
"NO BERÇO DE GRANDES ESCRITORES
SURGEM OS NOVOS AUTORES"

Nossa Alagoas é berço
De uma rica literatura
De verdadeiros agentes das letras
Que com imensa bravura
Promovem cultura e conhecimento
Para esse povo que tanto procura.

Nossa terra é feita
De poetas apaixonados
De guerreiros que dançam
Que cantam, em um só brado
Que é preciso que surjam
Novos seguidores desse legado.

Alagoas de Pontes de Miranda
De Barafunda, de Arthur Ramos
Lugar de Costa Rêgo,
De Jorge de Lima, de Aloísio Branco
De Théo Brandão, de Agripino Ether
De Aurélio e Graciliano.

Nesse solo de gigantes
E de fieis leitores
Surgem outros nomes
Novos poetas, novos autores
Nessa terra abençoada
De grandes nomes e escritores.

É possível perceber
Que ainda existe esperança
O berço dos que se foram
É o mesmo berço da chegança
Dos novos que promovem as palavras
Porque em Alagoas a literatura dança 

Rafael José da Silva Santos
Pilar - AL
Alagoas berço da literatura
Com grandes nomes conceituados;
Graciliano Ramos, Costa Rego, Guimarães Passos...
Esses fizeram histórias e continuam sendo lembrados.

Pelas ruas de Pilar um poeta marcou sua trajetória
Foi José Benjamim escritor de dez livros.
E seu último intitulado de “Ao longo da vida e ao longo do tempo”.
Consagrando histórias e seus momentos.

Além de escritores atualmente ótimos professores
Cada qual deixou sua marca e exemplo na sociedade.
Fazendo de seus textos e poemas aprendizados
Para os novos poetas que tentam também ter seu espaço.

Na atualidade muitos nomes já dão seus passos
Hugo Novaes, Bráulio Bessa, Sergio Moraes...
E tantos outros ótimos profissionais com seu próprio estilo
Mas com o mesmo objetivo de poematizar.

Para os novos autores da era digital
A tecnologia é mais um meio de expansão.
Mas não existe coisa melhor do quer papel e caneta na mão
E as ótimas referências que servem de inspiração. 

Tiego Tenório
Barra de São Miguel - AL
Águas de poetas

No mar das Alagoas
Poetas são como sereias
Bem acostumados à areia
As ondas e ao luar
Escrevem a história de cá

Nem sempre a água é doce
Que banha os poetas alagoanos
As barragens também vem banhando
Os heróis que falam deste lugar
Minha terra tem rios
Onde os escritores vêm se banhar

Do sertão à capital
As águas inspiram registrar
Todo mundo vem pra cá
Porque Djavan publicou?
"Sabe lá,o que é morrer de sede em frente ao mar"
Não sinhô!Alagoas dá de beber
Porque no Estado das águas
Ser Lagoa é renascer
 

10º

Maria Lúcia dos Santos
Pilar - AL
No berço rico de tantos escritores, copiando seus valores sugem os novos autores.
Terra rica de pessoas ilustres, cada dia surgem um. Com suas histórias encantadoras, mostrando que é possível sermos mais um.
Nesse palco de grandes escritores somos apenas telespectadores, esperando a nossa vez e mostrando que podem ser grande autores.
Tantos nomes nos expiram a fazer os nossos versos, homens e mulheres,novos e velhos não importa a idade, o que importa mesmo é que através deles nós também podemos ser escritores de verdade.
Para finalizar agora aqui eu vou contar que através desses versos vai surgir uma nova autora na cidade do Pilar. 

10º

Cicero Rodrigo de Araújo
Pilar - AL
Terra de Nise da Silveira, Anilda leão e Graciliano Ramos
Escritores consagrados no Brasil, e orgulho dos alagoanos

Jorge de Lima, Guimarães Passos e Lêdo Ivo,
Escritores que já se foram, mas seus trabalhos ainda estão bem vivos;

Artur Ramos e José Benjamin, eu não poderia deixar de lembrar,
Foram escritores Bem conhecidos que nasceram na Cidade do Pilar;

Nesse berço dos grandes escritores q surgem grandes autores, temos uma lista com novos nomes brilhantes,
Ricardo Cabús, Sérgio Moraes, Cláudia Lins e Simone Cavalcante;

Esses nomes que acabei de citar, não eh nem um terço,
Dos novos autores que surgem nesse berço;

Pra falar desses alagoanos, juntei muitos fatores,
Pra mostrar que "NO BERÇO DE ILUSTRES ESCRITORES, SURGEM NOVOS AUTORES"
 

REALIZAÇÃO

Academia Alagoana de Cultura
Academia Pilarense de Letras
Portal Escritores Alagoanos


APOIO E PARCERIA

PREFEITURA DO PILAR – CÂMARA MUNICIPAL DO PILAR – SECRETARIA DE EDUCAÇÃO E CULTURA
PILAR MULTCOISAS – CLASSES LABORIOSAS DE PILAR – SOCIEDADE FRATERNIDADE
RADIOWEBPOP – CASA DA CULTURA – RÁDIO CIDADE 87.9 FM


INFORMAÇÕES E CONFIRMAÇÃO DE PRESENÇA

smoraes.pilar@hotmail.com – Fone/Whatsapp: (82) 98822-6740