Tema Acessibilidade

Uma história

 

 
Em uma noite que o luar nos honrar com sua presença.
Estava sentado, próximo a piscina junto com amigos,
mas ainda que com companhia sentia que estava solitário.
Com meus pensamentos vagando, provava uma deliciosa torta,
mas me sentia tão amargor que aquela delicia perdia o sabor em minha boca.
 
Então ela senta ao meu lado e pergunta:- Será que poderia saborear essa torta com você?
Permite que o fizesse e começamos a conversar, logo após, senti uma sensação estranha
que a muito tempo não sentia.
Donde e porque estava sentindo algo tão intenso por alguém que acabará de conhecer?
 
A noite se passou e com ela o fim de semana havia chegado ao fim.
Na volta pra casa sou presenteado novamente com a presença dela,então chegamos a casa
de meu professor e amigo.
Já não conseguia parar de observa-lá, em meus pensamentos vagos habitava uma vontade
de beija-lá, mas o medo de não ser correspondido me impede.
 
Finalmente anuncio minha partida e me despeço de meu anfitrião.
Em direção a porta fui acompanhado por ela e uma amiga, mas, continuei caminhando e me
afastando das duas.
Escuto alguém pronunciar meu nome, imediatamente procuro a voz que me chamava, até que
observei que era ela a dona da voz.
Mas no momento que me virei nada mais foi dito e cada um tomou seu rumo.
 
Passaram-se alguns meses, confesso que não conseguia tira-lá de meus pensamentos.
E em uma reunião a reencontro, no terrio do condomínio conversando com dois amigos,
no momento que me viu ela me recebeu com um abraço carinhoso. E novamente voltei a sentir
a sensação, mas as horas passaram e o fim da reunião estava próximo, pensei que aquela seria
a ultima vez que a veria.
 
Novamente passei alguns meses sem ter contato com ela.
Mas finalmente tornamos a nos encontrar em sua futura casa, sentia que algo nela estava diferente.
Percebe que de longe ela me observava, e sem proferir uma palavra deixava me sem jeito.
Seus olhos fizeram me perde em pensamentos, ela havia dominado meus sonhos.
 
Em uma noite de insônia, em frente ao computador tornamos a conversar.

Me recordo até hoje parte da conversa que mexeu comigo.
 
Perguntei a ela:- Porque de tal frase em seu messenger, você está apaixonada por alguém?
Não sei porque, mas fiquei triste no momento em que ela afirmou:-Realmente estou apaixonada por
alguém.

Senti meu peito apertado quando ela me contou que eu o conhecia.
Aquelas palavras que acabará de escutar me incomodavam, não percebe antes, mas sentia algo
por ela que palavras pareciam não existir para descrever tal sentimento.
 
As próximas palavras que proferiu deixaram me anestesiado de felicidade, ela disse:
-"A pessoa pela qual estou apaixonada é você, estou apaixonada por você"!
Logo a pedi em namoro, fui correspondido mas teria de obter a aprovação de seus responsáveis.
   
No dia seguinte estávamos novamente reunidos na casa em que ela acabará de se mudar,
confesso que fiquei nervoso e um pouco trêmulo de medo, seria embaraçoso ter meu pedido
rejeitado diante de meus amigos.Então tomei coragem e chamei a tia dela, disse que mesmo com
o pouco que a conhecia a amava muito e que gostaria de tela como minha namorada.
No momento nada me importava, a não ser faze-lá feliz e proporcionar a ela tanto amor como
ninguém poderia lhe dar.
 
Tive meu pedido aceito, hoje sinto que não quero ser apenas seu namorado, ela faz com que
me sinta tão próximo do paraíso como jamais estarei.
Não sei o que o futuro nos reserva, mas sei que quero está com ela até o ultimo suspiro.
Copyright © 2011. Todos os direitos reservados ao autor. Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
0
±1000 visualizações •
Denuncie conteúdo abusivo
Jefferson Gleidson ESCRITO POR Jefferson Gleidson Escritor
Maceió - AL

Membro desde Fevereiro de 2011

Comentários