Tema Acessibilidade

SÍMBOLOS DO MUNICÍPIO DE SÃO MIGUEL DOS CAMPOS

SÍMBOLOS DO MUNICÍPIO  DE SÃO MIGUEL DOS CAMPOS

 

 Bandeira de São Miguel dos Campos

O idealizar a bandeira de São Miguel, a autora Rosa Virgínia escolheu as cores dessa maneira. São Miguel era uma cidade pacata, onde o azul do céu confundia-se com o verde dos canaviais e de trechos remanescentes da Mata Atlântica. Daí as cores escolhidas: o verde azulado representando a mesclagem do azul do céu com o verde da terra e o branco que obviamente representa a paz. A bandeira do município foi criada pela lei n°616 de 24 de agosto de 1970 no governo do então prefeito Julio Soriano Bomfim.

 

 Escudo

No brasão ela procurou referenciar os principais fatores do desenvolvimento de São Miguel. Assim, no quadrado inferior direito, a área listrada lembra o Rio, responsável pela fundação da cidade, o que foi por muitos anos o principal agente do seu crescimento. Do lado esquerdo, duas canas cruzadas representando sua agricultura inicial e que até hoje se mantém – a cana-de-açúcar. Finalmente do lado direito, em cima, a referência às indústrias sempre presentes no Município – dos Antigos Engenhos às modernas usinas de açúcar e fábrica diversa, assentado num fundo escuro, lembrando o petróleo riqueza do subsolo Miguelense.

O Brasão do município foi oficializado pela lei n° 092/85 na gestão do então prefeito Wellington Torres.

Rosa Virginia de Sá Bomfim 

Nasceu na fazenda Retiro em São Miguel dos Campos, no dia 13 de outubro do ano de 1947. Primogênita dos 8 filhos de Júlio Soriano Bomfim e de Maria Ivone de Sá Bomfim, foi registrada com o nome de Rosa Virginia de Sá Bomfim.

Já alfabetizada, cursou o primário no Instituto Imaculada Conceição, em São Miguel dos Campos, colégio do qual foi uma das alunas fundadoras (1955 – 1958).

Aos 11 anos de idade, prestou o exame de admissão no colégio Santíssimo Sacramento em Maceió e ali cursou todo o 2o grau, do ginásio ao cientifico (1959 – 1965). Foi aprovada em 1967 no concurso de vestibular de arquitetura da Universidade Federal de Pernambuco, em Recife, onde fixou residência e colou grau de arquiteto no dia 30 de dezembro de 1971. Em 1972 à 1978, trabalhou como profissional autônomo quando elaborou e participou de vários projetos de arquitetura e urbanismo, entre eles o da urbanização da Praia de Pajuçara em Maceió.

Em 1978, foi contratada pela Fundação de Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco FUNDARP, como arquiteta, função que desempenha até hoje.

Em junho de 1980, casou com Francisco de Assis de Albuquerque Vanderlei, Pernambucano, assinando o nome de Rosa Virginia Bomfim Vanderlei e com qual têm dois filhos: Felipe e Suzana, ambos nascidos no Recife, e onde continuam morando.

É autora da Bandeira de São Miguel.

Iramilton Leite

Nasceu em São Miguel dos Campos em 08 de abril de 1946 e faleceu em 01 de novembro de 1986. Primogênito dos quatro filhos de Milton Francisco Leite e de Iracema Dias Leite. Casou-se com Márcia Castro Monte Leite e tendo uma única filha, Maisa Monte Leite.

Escolaridade – fez o curso primário no grupo escolar Visconde de Sinimbu e o curso ginasial no ginásio São Miguel, tendo sido aprovado no concurso de escrivão da polícia e ter ido trabalhar na cidade de Penedo, lá fez o 2o grau. Terminado o curso, submeteu ao concurso de vestibular escolhendo direito, foi aprovado concluindo o mesmo pela Universidade Federal de Alagoas e exerceu a função de advogado por vários anos. Tendo participado de um concurso de consultor jurídico e aprovado como um dos melhores, foi imediatamente contratado pelo estado para prestar seus serviços à comunidade miguelense, onde exerceu suas funções até o último dia.

Trabalho – exerceu a função de professor do ginásio São Miguel e da escola Ana Lins, ensinando a disciplina língua portuguesa, prestou serviços como escrivão da polícia em São Miguel dos Campos e na cidade de Penedo, participou do Tribunal de Júri como advogado em várias reuniões.

Outras funções – participou como primeiro secretário da rádio São Miguel, redator chefe do jornal lutar para construir.

Atividades culturais – autor do hino de São Miguel. Autor de várias poesias, publicadas no jornal Lutar para Construir e participou como membro do movimento de cultura popular.

Título – foi contemplado com medalha de honra ao mérito por um trabalho apresentado de literatura na cidade de Penedo.

  Hino Municipal de São Miguel dos Campos

O Hino do município de São Miguel dos Campos foi criado pela lei n°616 de 24 de agosto de 1970 e oficializado no governo de Júlio Soriano Bomfim, com letra de Iramilton Leite e música do maestro Benedito Fonseca.

 São Miguel dos Campos feliz território,

Dos campos vestidos por canas viçosas;

Dos ares floridos de estrelas formosas,

Dos jardins tecidos com brisas e rosas...

 

Teu rio translúcido que a fome,

Sacia da gente que busca os seus dons;

Chamado-se tal como tu, o teu nome,

Repete nas águas em sonoros tons.

 

Teus operários ativos obreiros,

No duro trabalho tem braço risonho;

Mágicas colméias são as tuas fábricas...

Do açúcar mais puro e de panos de sonhos.

 

(Estribilho)

São Miguel dos Campos de azul te coroas,

Levando diversos emblemas de glória;

Bem alto revoas recitando versos,

A luz de alagoas, no céu da historia.

 

São Miguel dos Campos, heráldico berço,

Dos homens altivos, de ilustras senhoras...

Na paz compassivos, teus filhos valentes,

São armas urgentes nas cívicas horas.

 

Invencível terra, por bravas façanhas,

Ganhastes da sorte preciosa espolio;

Nas profundidades de tuas entranhas,

Palpitam os veios do rico petróleo.

 

Secular cidade, passado plasmado,

Com fé e ciência, com sangue esperança,

Fecundo presente futuro plantado,

Na inteligência de tuas crianças.

 

Texto do Livro Fatos Históricos de Minha Terra, Sobre a História de São Miguel dos Campos.

 

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados ao autor. Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
0
8,6 K visualizações •
Denuncie conteúdo abusivo
Ernande Bezerra ESCRITO POR Ernande Bezerra Escritor
São Miguel dos Campos - AL

Membro desde Junho de 2011

Comentários