Se ainda Crês, Creia!

Josue Firmino Josue Firmino 12 de Janeiro de 2013
16 de Junho de 2020

Se ainda crês, Creia!

 

Se ainda crês, creia! Eu sei que os passos do tempo nos levam a veredas indesejáveis, e que nos caminhos a andar, há entremeios que fazem despejar a alma e secar o coração; mas, se és daqueles que ainda creem, busque a relíquia dita pelo Pai que, apesar de se lamentar, acolhe: "Eu criei e eduquei filhos, mas eles se revoltaram contra mim; o boi conhece o seu proprietário, e o burro a coxeia do seu dono, mas Israel não conhece nada, ... Que me interessa a quantidade de seus sacrifícios? Estou farto dos holocaustos de carneiros e da gordura de novilhos... Parem de trazer ofertas inúteis. O incenso é coisa nojenta para mim; luas novas, sábados, assembleias... não suporto injustiça junto com solenidade... para mim se tornaram um peso que eu não suporto mais. Quando vocês erguem para mim as mãos, eu desvio o meu olhar; ainda que multipliquem as orações, eu não escutarei..." (Is 1:1-15). E diz também a Jeremias (Jr 7:3-11; 7:16,17): "Quanto a você, não reze por este povo, não faça preces nem súplicas em favor deles. Não insista comigo, porque eu não vou atender..." Ainda assim, é capaz de dizer: "Darei a eles um coração íntegro, e colocarei no íntimo deles um espírito novo. Tirarei do peito deles o coração de pedra e lhes darei um coração de carne" (Jr 24:7; 32:39-41; Ez 11:19,20). E disse mais: "Ainda que teus pecados sejam vermelhos como púrpura, ficarão brancos como neve; ainda que sejam vermelhos como escarlate, ficarão como a lã. Se vocês estiverem dispostos a obedecer, comerão o fruto da terra; ..." (Is 1:16-20).

Se ainda crês, tenha a obstinação da Cananéia, à qual, pelo tamanho da sua fé, o Filho disse: "Não está certo tirar o pão dos filhos, e jogá-lo aos cachorrinhos. " E ela, movida por sua crença diz: "Sim, senhor, é verdade; mas também os cachorrinhos comem as migalhas que caem das mesas de seus donos" (Mt 15:21-28). Pois foi por crenças remanescentes assim que o Pai chegou a dizer: "Chega! Agora retire a mão". (2 Sm 24:16); e se comoveu: "Por um instante eu abandonei você, mas com imensa compaixão torno a reuni-la." "Num ímpeto de ira, por um instante escondi de você o meu rosto; agora, com amor eterno, volto a me compadecer de você". (Is 54:7...; Jr 42:7-11).

Na retirada do seu povo, do Egito até a terra prometida, quando este povo se revoltava e murmurava contra Ele, pelo sacrifício da travessia, sua ira se inflamava e queria eliminar a todos, mas, pela interferência de Moisés, Ele se acalmava e poupava os que mantinham a fé e a paciência, porém, não perdoava os que achavam que a penúria não valeria a pena. E por maus comportamentos, os fez caminhar errantes por quarenta anos, até que seus corpos se desfizessem no deserto (Nm 14:26-35). Portanto, não deixe que os sacrifícios e a impaciência acabem te afastando da nova Vida que Ele nos prometeu. se por alguma razão se achar ovelha fora do rebanho, creia ainda mais. E se mesmo assim, o desânimo insistir em te abater, não aja como os que abandonaram Jesus, por achar que suas palavras eram muito duras; reaja como Pedro, quando Cristo perguntou: "Vocês também querem ir embora?" Pedro respondeu: "A quem iremos, Senhor? Tu tens palavras de vida..." (Jo 6:68).

Denuncie conteúdo abusivo
Josue Firmino ESCRITO POR Josue Firmino Escritor
Arapiraca - AL

Membro desde Outubro de 2012

Comentários