Portal Escritores

EDIFÍCIO PALMARES - O crime que lhe deu origem e a tragédia do seu flagelo

 

No princípio ele se chamava Hotel Universal, que ainda no século XIX pertencia ao Sr. Aureliano Brás. Em 1908 foi vendido para João Ramos & Cia., que resolveu alterar a sua razão social para Hotel Petrópolis e ainda estampou em sua fachada a frase que tornou-se a sua marca registrada: “Único que não tem mosquitos”. Em 1920 o prédio foi vendido para o visionário Adib Abay e, enquanto o velho Petrópolis montava as suas instalações no segundo andar do palacete Barão de Jaraguá, na Praça Dom Pedro II, após levar o seu prédio ao chão, Adib investe uma não pequena fortuna no que seria o majestoso Bella Vista Palácio Hotel.