Portal Escritores

Talvez Eu Seja Louco


Estou com tanto sono
Mas meu coração não dorme
Ele pensa em você assim
Enquanto você dorme
Com outro alguém, não sei, talvez...

Eu seja Louco, tão louco
Que ainda acredito em você
Dizendo que vai voltar e Viver
Sorrir e Comer,  junto comigo
Mas porque ainda acredito em você?

Eu não sei dizer,
E as horas passam,
sem eu te ver de novo,
nesse chão frio,
Componho os versos que 
Dizem ser todos para você

Mas será que ela também pensa assim?
Quando minhas frases saírem daqui,
vão chegar até você e ela vai sentir,
O mesmo que um ouvinte qualquer
Não sei, talvez...

Eu seja Louco, tão louco
Que me apaixonei por você
Sem nem conhecer
Seu Passado, Presente ou Futuro

Seu nome, Seu nome, 
Foi o que eu soube
Depois de saber
Que eu te queria,
É tão louco, tão louco
Mas eu te queria, tão louco

- LDP.


Visite nosso site:
http://www.palavrasfamintas.com.br/ 





























Comentários

Deixe seu comentário

Para enviar um comentário você precisa estar logado: login
Luangelys De Paula
Escrito por:
Luangelys De Paula
Escritor

Visão Geral do texto

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Publicado em 30 de Outubro de 2014

Já foi visto 882 vezes

Favorito de 0 leitor

Categoria Poesias


850
Leram
0
Vão ler

Tags

Textos Relacionados
O medo de pular e cair

Por Leonardo Jordão

Humanos1

Por AdrianoRockSilva

Majestosa Vênus

Por AdrianoRockSilva

Tempo...

Por Tainá Souza Santos

Olha Meu Bem

Por Luangelys De Paula

Textos do Mesmo Autor
Ele Não Bebe A Minha Acidez

Por Luangelys De Paula

Melancolia

Por Luangelys De Paula

O Bipolar

Por Luangelys De Paula

Jornal Diário

Por Luangelys De Paula

Vamos. Ficar. Felizes.

Por Luangelys De Paula