Portal Escritores

PPP

Puxa!

O padrão é permanente,

Para poucos para.

Sigla é Pigla!

De onde vêm tantos pês?

Pés pela cabeça,

Pentelhos, pelos, cabelos.

Um “q” atrapalha a sigla,

O projeto não politiza,

Então digo com “q” que

Puta que pariu puxa!

Põe, pula, penetra.

 

                   (Majal-San)

                   09  05  2006

Comentários

Deixe seu comentário

Para enviar um comentário você precisa estar logado: login
Majal-San
Escrito por:
Majal-San
Escritor

Visão Geral do texto

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Publicado em 26 de Janeiro de 2015

Já foi visto 441 vezes

Favorito de 0 leitor

Categoria Poesias


437
Leram
0
Vão ler

Tags

Textos Relacionados
Minha mente

Por Majal-San

Divagação de Um Perdido

Por Claudenor de Albuquerque

O nome

Por Majal-San

Textos do Mesmo Autor
Antes, vazio, depois

Por Majal-San

Ignição

Por Majal-San

A Valsa do Otário

Por Majal-San

Imagens absortas

Por Majal-San

A gata

Por Majal-San