9º Encontro dos Escritores
Portal Escritores

Divórcio Espiritual


Será que existe um divórcio espiritual?
Os espíritos das mulheres que me buscam, cobram uma dívida conjugal, são elas espíritos envolvidos de sofrimento e solidão. Sou uma fonte de luz para seus pensamentos obscuros, elas acreditam que precisam de mim para continuar, mas elas precisam me deixar evoluir, só podem fazer isso por meio do desapego espiritual.


Elas já estiveram ao meu lado um dia, já partilharam momentos únicos comigo, agora estão vivendo de maneira perturbada no plano espiritual, procuro não escutar o coro de desespero que ecoa no silêncio da noite juntamente com o ectoplasma de suas lágrimas, elas choram, elas cantam, elas me buscam para esquentar o gélido sofrimento que toma conta de suas almas.


Mulheres desencarnadas, espíritos solitários, a carência por trás de suas memórias traz à tona uma obsessão por meu espírito agora encarnado, sinto que já deixei elas irem embora, liberei suas conexões com o meu corpo espiritual, mas elas insistem em me cobrar o amor, elas ainda querem ser amadas, suas almas clamam pelo meu amor, permanecem iludidas no plano espiritual, enxergando apenas a sua própria obsessão pelo amor que esperam receber novamente da minha pessoa.


A capacidade de amar muitas mulheres torna-se uma marca espiritual na roda cármica, suas almas sempre vão me amar profundamente, pois foi esse amor que lhes foi dado incondicionalmente, sim, eu amei cada uma delas com infinito amor, criando uma marca em seus espíritos, essa marca permaneceu após seus desencarnes.
Recentemente, tive a oportunidade de ficar cara a cara com um desses espíritos, o espírito desta mulher não aceitava as minhas condições atuais, ela sofria, ela chorava, ela me queria de volta, ela precisava de mim, de algum jeito necessitava ficar junto de mim. A equipe espiritual à levou embora, para o hospital espiritual, ela foi tratada, foi o melhor a ser feito naquele momento de dor e sofrimento.


Existe diversas legiões de espíritos de mulheres que já foram amadas incondicionalmente pelo amor infinito de minha alma, elas me buscam dia após dia, me observam, tentam se aproximar, aumentam a sua obsessão de maneira frenética, enquanto isso tento viver uma vida tranquila amando a mulher que está do meu lado neste momento presente da minha vida enquanto encarnado.


Vida após vida estarei eu conectado a todas essas mulheres? A vida é eterna, e o amor é infinito.

Visite nosso site:
http://www.palavrasfamintas.com.br/











Comentários

Deixe seu comentário

Para enviar um comentário você precisa estar logado: login
Luangelys De Paula
Escrito por:
Luangelys De Paula
Escritor

Visão Geral do texto

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Publicado em 14 de Fevereiro de 2015

Atualizado em 14 de Fevereiro de 2015

Já foi visto 1,345 vezes

Favorito de 1 leitor

Categoria Religiosas


1,288
Leram
0
Vão ler

Tags

Favorito de 1 leitor
Textos Relacionados
Morto em vida

Por IORGAMA PORCELY

SOLIDÃO

Por Wellington Costa

E A SEMANA COMEÇA...

Por Andre Pinto

O Espírito de Angelo - Parte 1

Por Luangelys De Paula

Amor sem Par

Por monnique

Textos do Mesmo Autor
Talvez Eu Seja Louco

Por Luangelys De Paula

A HISTÓRIA, ANTES, DO BIG BANG.

Por Luangelys De Paula

A ansiedade é...

Por Luangelys De Paula

Jornal Diário

Por Luangelys De Paula

Ele Não Bebe A Minha Acidez

Por Luangelys De Paula