9º Encontro dos Escritores
Portal Escritores

O INSTANTE


Touro bravo, essência pulsante.
Mistério jamais revelado.
Olhos que piscam,
Bocas que se abrem, sorriem...
Mãos que se apalpam,
Braços que se abraçam...

E,  quando o instante inexiste,
Matéria inerte, touro estático, dominado,
Essência de cheiros terminais,
Olhos que desmaiam,
Boca seca, imóvel.
Mãos que se cruzam,
Braços que dormem... sem a menor chance de acordar...

Nesse instante, deixou de ser  o instante,
Entre os milhares de outros instantes que ficaram. 













Comentários

Deixe seu comentário

Para enviar um comentário você precisa estar logado: login
Erisvaldo Vieira
Escrito por:
Erisvaldo Vieira
Escritor

Visão Geral do texto

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Publicado em 11 de Março de 2015

Já foi visto 682 vezes

Favorito de 0 leitor

Categoria Mensagens Reflexiva


674
Leram
0
Vão ler

Tags

Textos Relacionados
Nada

Por Severino Ramos Barbosa

SOLIDÃO

Por Wellington Costa

Minha Vida

Por Severino Ramos Barbosa

MÃOS NOSSAS DE CADA DIA

Por m.elena.costa

Desfolhar

Por josue firmino

Textos do Mesmo Autor
ANTES - NO MEIO - E DEPOIS

Por Erisvaldo Vieira

Comparações...

Por Erisvaldo Vieira

O TEU ROMANTISMO

Por Erisvaldo Vieira

Carta para a posteridade

Por Erisvaldo Vieira

UMA JOVEM REBELDE

Por Erisvaldo Vieira