Tema Acessibilidade

POEMA DE LUA

 

 

 

Hoje,
Adormeci
Com meu ser transbordando de loucura!
Lavei a alma e contemplei à lua.

Caminhei em busca
Da quimera perdida de meus ancestrais.

Vieram-me pensamentos ocultos,
De uma imensidão escura,
Mas não tão secretos
Quanto o meu desejo
De alcançar tamanha’lvura.

Quão incomparável és diante das luzes flutuantes.
Lua de sol, crescente, completa, nova minguante.

Vem!

Dá-me tua mão...
Ergue-me para o alto 
Dos teus sonhos
E mostra-me o mistério do teu
Amar...

Ensina-me 
O caminho dos céus e
A doce língua dos anjos.

Dá-me tua luz
E faz-me viver
Como um imortal sonhador
E saborear o líquido do teu prazer.

Oh, minha brilhante lua...
Deusa dos deuses,
Astro dos astros,
Símbolo eterno 
Dos enamorados
Que te contemplam da terra,
Iluminada pela tua suave gota serena.

Ninfa dos meus sonhos,
Mostra-me o simples toque
Do teu lumiar
E, apenas,
Me toca!

Copyright © 2015. Todos os direitos reservados ao autor. Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
1
±1000 visualizações •
Denuncie conteúdo abusivo
Monique Munielle ESCRITO POR Monique Munielle Escritora
Maceió - AL

Membro desde Dezembro de 2014

Comentários