Tema Acessibilidade

CORURIPE SUA HISTÓRIA E SUA GENTE

• Atualizado

CORURIPE SUA HISTÓRIA E SUA GENTE.

Coruripe terra indígena, terra de pescadores,
Professores e doutores, pecuaristas e agricultores.
Terra abençoada de praias, arrecifes e manguezais,
Rios e lagoas, matas e coqueirais,
Clima quente e tropical, de beleza exuberante
E vegetação sem igual.

Terra de um povo amável, carinhoso e ordeiro,
Amigos e hospitaleiros, terra de muito amor.
Coruripe é a rainha das cidades do litoral,
Rica em sua história, costumes, cultura e tradição.
A velha cururugi é cheia de emoção.
Não esquecendo o nosso escritor,
Professor Lemos que é um bom cidadão.

Na pecuária, na pesca e também na agricultura,
Possui seus valores.
Porque Coruripe é o paraíso das flores.
Composta de homens trabalhadores,
De coragem, garra e de bravura.
Terra amabilíssima, triunfante e de muito valor.
Repleta de praias lindas, onde as caboclinhas,
Enfeitam as paisagens encantando os nossos olhos,
E perfumando as nossas almas.

Coruripe que beleza, que natureza!...
Do nascente ao sol poente.
A praia do Pontal é um resplendor reluzente.
Vista do mar, lá no Mirante,
Morenas belas e bronzeadas, que elegante!
Sábado na Orla é só sucesso,
Com o prefeito e sua vice é só progresso!
No restaurante do Baiano, degustando uma peixada,
Junto com a moçada é só batuque e serenata.

Poxim, praias, rios e lagoas, que coisa boa!
Poxim onde tudo começou...
Coruripe surgiu nos meados de abril,
Para completar a alegria do meu Brasil varonil.

Não esquecendo a dança folclórica, Mané do Rosário.
Caboclo matuto, humilde, simples e muito pobre,
Que há muito tempo ali existiu,
Sem genealogia, e de onde veio e nem como ele partiu.
Participava das festas de guerreiro, São José ou até mesmo reisado,
Usando sempre uma máscara,
Como se fosse invisível ou até mesmo encantado.
Deixando-nos este rico acervo e também o seu legado.
E que hoje por tradição é uma dança organizada,
Pela popular dona Traíra ou com muito amor, dona Benedita.

Poxim nome indígena criado por um índio pajé que por ali habitou,
Que colocou esse nome na hora em que um peixe fisgou,
Pescando de bodoque arma de caçador,
E quando foi tirar o peixe de dentro das águas, ele mesmo exclamou,
Dando um grito para o seu amigo que imediatamente puxou.

Poxim, poxim, poxim e dali em diante foi este nome que ficou.
Na época, Vila Real de São José do Sul, um nome muito promissor,
Abençoado por Deus e por Jesus Cristo nosso Senhor.
Mas por causa deste índio, foi Poxim que se consagrou.

Também temos Pituba, bela praia e paradisíaca,
Denominada por Sr. Paulo Pacheco e a sua esposa dona Celia,
Que colocaram este nome com muita sabedoria.
Onde os botos mergulham em suas águas,
Dia e noite, noites e dias,
As tartarugas desovam em seus lençóis de areias,

E os peixes- boi, Lua e Astro passeiam nas noites de lua cheia
E os grandes seresteiros fazem luau, serenatas e farreiam.
E quem pesca pela noite pode até Imaginar,
Ouvir o canto das lindas e belas sereias.

Coruripe é muito rica possui rios e mar, lagoas, córregos e bicas.
Possui ainda um conjunto de praias, de águas mornas e tranquilas,
Com clima aconchegante e com céu azul cor de anil.

Lagoa do pau, praia atrativa e turística.
Quem vem visitá-la se apaixona e diz:
Foi amor a primeira vista.
Nunca mais vou deixar de nesta praia me banhar.

Barreiras, praia de pescadores e de lindos contos de amores,
Onde o rio e o mar de mãos dadas se confraternizam
Em um lindo olhar, juntinhos a se amar,
Por todos os dias e em todas as noites de luar.

Praia do Miaí de cima e praia do Miai de baixo,
De dia e de noite é um verdadeiro espetáculo.

Pindorama coração de Coruripe,
Terra fértil que mana leite e mel,
Com sua próspera fábrica de suco,
A usina e destilaria de Homens trabalhadores,
Cheios de alegria, e de mulheres formosas
Que trabalham todos os dias.

Também em Coruripe existem algumas famílias tradicionais.
Castro e Coutinho, Carvalho e Baeta, Azevedo e
Simões, Lessa e Batista, Neves e Beltrão,
Que forma a maioria da cidade com muita união.

São famílias muito antigas de conceito e tradição.
Mas quem governa a cidade fazendo uma boa e bela administração,
Com toda sabedoria, profissionalismo e emoção,
É um homem experiente, juntamente com sua esposa,
Dra. Dalva Edith, chamado Joaquim Beltrão,
Que consolidou Coruripe com muita fé, respeito, garra, otimismo,
Força, confiança, esperança, trabalho e muito amor no coração.

Autor: Antônio Batista dos Santos. 2º Sgt. PM R/R. Presbítero, Teólogo, Capelão e Poeta.23/10/2015

                      
Copyright © 2015. Todos os direitos reservados ao autor. Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
2
4,4 K visualizações •
Atualizado em
Denuncie conteúdo abusivo
Antonio Batista ESCRITO POR Antonio Batista Autor
Coruripe - AL

Membro desde Julho de 2012

Comentários