Portal Escritores

PELO MUNDO COM SUPLICY

Pelo mundo com suplicy ( poesia em homenagem a frase mau feita da Ministra do Turismo (na época) Marta Suplicy - “Relaxa e Goza” veiculada na mídia nacional pelo caos aéreo em 2007)

Sou um turista de mãnha, 
e disto não abro mão,
Aeroporto é minha sanha,
adoro pegar avião.

Viajar não é façanha,
é somente distração,
se não estou lá na Alemanha,
é que fui lá pro Butão.

eu remexo o mapa mundi,
tiro onda de “bacana”,
já me viram em Burundi,
e em Barein eu vi Manama.

Me chamaram de Gabão,
mas gente, que debocha!,
Oras,comi sushi no Japão,
e fui Rambo no Camboja!.

Jordânia, Ucrânia, Tanzânia,
Suazilândia, Tailândia, Islândia,
Ufa!! descansei na Albânia,
Que fria!, Nova Zelândia!

Tem gente que não se manca,
E mando logo... vá se Catar !.
Vi tsunami em Sri Lanka!,
E chorei em Madagascar.

Fumei charuto em Havana,
e quase fiz um estrago,
Curei pulmão em Botsuana,
Vi Trinidad e Tobago.

E no canal do Panamá?,
eu pensei estar no Irã!,
Querendo ir ao Canadá,
sem ter passado em Omã.

E como bom franciscano,
sem qualquer cerimônia,
orei bem no Vaticano,
pedindo passagem à Estônia.

Os lugares de bom agrado,
que de forma adorei,
foi passar em Belgrado,
e depois em Brunei.

Me encheu de alegria,
e deu satisfação,
ter conhecido a Hungria,
E as ilhas Salomão.

Mas,tanta viagem assim,
acabei tendo um deslize,
fiz uma escala em Benin,
pra descansar em Belize.

E depois desse grande caos, 
tudo ficou normal,
Acampei lá em Laos,
pensando em Portugal.

Uma mensagem supliciana,
gostaria de deixar...
para a viagem ser bacana,
é só relaxar e gozar...!







































































Comentários

Deixe seu comentário

Para enviar um comentário você precisa estar logado: login
Andre Pinto
Escrito por:
Andre Pinto
Escritor

Visão Geral do texto

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Publicado em 29 de Julho de 2016

Já foi visto 308 vezes

Favorito de 0 leitor

Categoria Poesias


308
Leram
0
Vão ler

Tags

Textos do Mesmo Autor
CURVAS DO VENTO

Por Andre Pinto

PENHA DE ATAFONA

Por Andre Pinto

REFUGIADOS DO ÓDIO

Por Andre Pinto

OS LAMPARÕES

Por Andre Pinto

FORJADOS NO AMOR

Por Andre Pinto