Portal Escritores

OS ÍNDIOS SENAMBYS DE SÃO MIGUEL DOS CAMPOS PERTENCENTE A NAÇÃO DOS CAETÉS

Quando os portugueses descobriram o Rio São Miguel, no dia 29 de setembro de 1501, encontraram na região uma tribo de indios, denominado de Senambys, pertencente à nação dos Caetės. 

Segundo relato da história, os nossos índios, eram considerados antropólogos, eles comiam, carne humana.
O maior exemplo disso, foi a morte do bispo, Dom Pero Fernandes Sardinha, em 1556, quando foi tragicamente devorado, pelos Caetes. 
Existe, outra teoria contrária na história, alguns historiadores afirmam, que os nossos indios, não eram canibais, apenas eles comiam os miolos das cabeças dos inimigos, quando o matavam, comiam, até dos próprios irmãos, quando o derrotavam, em combate, na escolha do mais forte da tribo, considerado por eles, um ritual.
Os nossos índios falavam a língua tupi-guarani e se alimentavam da caça e da pesca. 
Eles tinham, ligação com os francess, no contra bando do Paubrasil, por causa disso, a coroa portuguesa, mandou exterminar, todos os indios, que pertencesse, a nação dos Caetes.
Este assunto também há controversa, alguns dizem, que o bispo Dom Pero Fernandes Sardinha, foi assassinado, pelo cunhado do então governador da Província de Pernambuco.
Duarte Coelho, em 1554, viaja para Europa, para tratar de uma doença e deixa a província no comando da sua esposa, Dona Brites, mas, como ela, não tinha experiência de administração, deixou o cargo para o seu irmão, Geronimo de Albuquerque, que ficou a frente dos negócios.
Quando Duarte Coelho, faleceu, Geronimo de Albuquerque, começou a perseguir os indios, por causa do contra bando, como ele tinha raiva dos Caetes, ele aproveitou ocasião do naufrágio e fez essa tragédia com o bispo e botou a culpa para os Caetes.
Geronimo de Albuquerque, mandou um emissário levar uma carta, para a rainha de Portugal, Catarina da Áustria , relatando os fotos acontecidos, sobre a morte do bispo, acusando os Caetes.
Tanto a coroa portuguesa, como a bula papal, mandou, que Geronimo de Albuquerque, eliminasse todos os índios, da nação dos Caetes. Este fato ficou imortalizado como a " Guerra dos Caetes ", os que foram presos, foram escravizados pelos brancos e aqueles que fugiram, procuraram lugares mais seguros, para sobreviverem, isto aconteceu em 1557.
Com certeza novos fatos e novas contradições iram aparecer, mas na verdade, ninguém jamais poderá, mudar a história de Alagoas e nem do Brasil.











Comentários

Deixe seu comentário

Para enviar um comentário você precisa estar logado: login
Ernande Bezerra
Escrito por:
Ernande Bezerra
Escritor

Visão Geral do texto

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Publicado em 17 de Setembro de 2017

Atualizado em 19 de Setembro de 2017

Já foi visto 634 vezes

Favorito de 0 leitor

Categoria Artigos


635
Leram
0
Vão ler

Tags

Textos do Mesmo Autor