Portal Escritores

A Saga do Azulão


 

O CSA esse ano

Começou arrasador,

Jogando na série C

Alegrou seu torcedor,

Pois estreou contra o ASA

E por três a zero ganhou.

        xx

Porem daí pra frente

O Azulão embalou

Perdeu apenas dois jogos

E logo se classificou,

Ficou em segundo no grupo

E torcida deu show.

       xx

Chegou  as quartas de final

O auge da competição,

Um jogo de mata, mata

Repleto de emoção,

Que dava acesso a séria B

Desejo do azulão.

        xx

Foi para Minas Gerais

E o Tombense enfrentou,

Jogando com muita raça

CSA não se abalou,

Venceu por dois a zero

E a esperança aumentou.

          xxx

O segundo em Maceió

O azulão venceu de novo,

Garantiu logo acesso

Pra alegria do povo,

E ouve outro mata, mata

E deu CSA de novo.

         xxx

Agora era outro sonho!

Queria ser campeão,

E enfrentou o São Bento

Um time do Paulistão

Que perdeu por 1 a zero

Para o nosso azulão.

        xxx

O jogo foi 1 x0

Para o nosso CSA,

Que jogou no rei pele

E só precisava empatar,

Mas perdeu por um a zero

E ficou um suspense no ar.

       xxx

Veio às penalidades

E o CSA se consagrou,

Chegou a grande final

Para delírio do torcedor

Que foi para Fortaleza

Demonstrando seu amor.

      xxx

A torcida do Fortaleza

Fez uma festa espetacular

Lotou o castelão

Mas não intimidou o CSA,

Que venceu por 2 a1

Fazendo o leão chorar.

       xxx

O leão virou gatinho

Em pleno castelão,

CSA com  uma na taça

Alegrou sua nação,

Que com muita alegria

Invadiu o trapiçhão.

       xxx

O jogo no rei Pelé

Foi um pouco complicado,

O Fortaleza insistia

Mas não teve resultado,

CSA foi campeão

Orgulhando nosso estado.

         xxx

Parabéns a toda equipe

Que botou para quebrar,

Jogou com muita raça

E trousse o titulo pra cá,

Hoje eu bato no peito

E dou viva ao CSA.

 

 

 Dorgival poeta

 

Comentários

Deixe seu comentário

Para enviar um comentário você precisa estar logado: login
Poeta1960
Escrito por:
Poeta1960
Escritor

Visão Geral do texto

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Publicado em 22 de Outubro de 2017

Já foi visto 468 vezes

Favorito de 0 leitor

Categoria Cordel


468
Leram
0
Vão ler

Tags

Textos Relacionados
Beleza e Flor

Por Wellington Basilio

Lembranças

Por Géssy De Castro Moraes

Não é isso que quero

Por Mariane Rodrigues

Um Caminho Suave

Por José José Gomes

Pedido

Por AdrianoRockSilva

Textos do Mesmo Autor
Dia das mães

Por Poeta1960

Banho de língua

Por Poeta1960

Exame Frustado

Por Poeta1960

Novembro azul

Por Poeta1960

Voto biometrico

Por Poeta1960