Portal Escritores

Analogia

 

 

E essa seta anavalhou o seu ego

Analgésico algum aliviará a sua dor

Dor do amor, amora, quem ama – anagrama

Esse sentimento anacrônico – romântico

Analisada a situação – solução nenhuma

Pois a anarquia habita o órgão subalterno

Esse analógico órgão subalterno – o coração.

 

Comentários

Deixe seu comentário

Para enviar um comentário você precisa estar logado: login
Majal-San
Escrito por:
Majal-San
Escritor

Visão Geral do texto

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Publicado em 11 de Setembro de 2018

Já foi visto 54 vezes

Favorito de 0 leitor

Categoria Poesias


54
Leram
0
Vão ler

Tags

Textos Relacionados
Poesia é...

Por m.elena.costa

Mulher Por Exelência

Por Emanuel Galvão

Amor

Por Lavínia Lins

O ENCONTRO

Por Cícero Manoel

Textos do Mesmo Autor
Sem Pistas

Por Majal-San

Meia década

Por Majal-San

À Sombra Da Morte

Por Majal-San

Tudo e nada

Por Majal-San

International Day

Por Majal-San