Portal Escritores

Nada

Nem sempre foi assim...

Mas agora é...

Nada é o que resta.

Não resta mais nada...

De tudo ficou o nada

E o nada não é nada,

Da vida só sobrou o nada

Nada e mais nada...

Comentários

Deixe seu comentário

Para enviar um comentário você precisa estar logado: login
Severino Ramos Barbosa
Escrito por:
Severino Ramos Barbosa
Escritor

Visão Geral do texto

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Publicado em 19 de Fevereiro de 2019

Já foi visto 279 vezes

Favorito de 0 leitor

Categoria Poesias


279
Leram
0
Vão ler

Tags

Textos Relacionados
Invasora II

Por Majal-San

PILAR DA MINHA VIDA

Por Sérgio Moraes

Minha Vida

Por Severino Ramos Barbosa

Ilusão da Vida

Por Severino Ramos Barbosa

Textos do Mesmo Autor
Perdido

Por Severino Ramos Barbosa

Veneno

Por Severino Ramos Barbosa

CALADO E PENSATIVO

Por Severino Ramos Barbosa

Solidão

Por Severino Ramos Barbosa

Lágrimas

Por Severino Ramos Barbosa