Tema Acessibilidade

BIOGRAFIA DO JORNALISTA E ESCRITOR ROMEU DE AVELAR ( LUÍS DE ARAÚJO MORAIS )

• Atualizado

BIOGRAFIA DO JORNALISTA E ESCRITOR ROMEU DE AVELAR ( LUÍS DE ARAÚJO MORAIS )

Luis de Araújo Morais, conhecido no mundo literário como Romeu de Avelar.
Com este nome, familiarizou-se nas letras e na burilada pena de reflexão nacional.
Nasceu no município de São Miguel dos Campos, estado de Alagoas, no dia 23 de março de 1893, filho de Methódio da Silva Morais e de dona Maria Andréia de Morais.
Com apenas quatro anos de idade, mudou-se com a família para a cidade do Pilar, onde iniciou os seus estudos.
Estudou no Colégio Dias Cabral e no Liceu Alagoano, onde concluiu os preparatório e começou a sua criatividade com o mundo encantado das letras.
Portador de estilo muito peculiar, a vivacidade da imaginação, o humor próprio, a independência de pensamento já o consagraram como escritor de grande mérito. O labor Literário enche-lhe a vida como colaborador de vários jornais e revistas e tradutor de grandes obras.
Em 1930, casou-se com a pianista Lourdes Caldas Avelar e deste seu casamento nasceram as seguintes filhas: Dácia Andréia Morais, Isolda Caldas de Araújo Morais e Rosa Maria Morais.
No seu segundo matrimonial, uniu-se a poetisa e jornalista Hydeth Favilla.
Na carreira acadêmica, estudou Odontologia no Rio de Janeiro e iniciou o curso de Medicina Veterinária em Belo Horizonte, somente veio a concluir na Faculdade Livre de Direito do estado do Rio de Janeiro.
Romeu de Avelar foi autor, teatrólogo, jornalista e historiador alagoano, um dos responsáveis pelo lançamento em 1914 da revista Frou-Frou e também diretor de jornais e revistas em Maceió, tais como: "A Imprensa e o Diário de Maceió".
Durante a sua trajetória literária escreveu os seguintes livros: Tântalos, Os Devassos, A Senhora do Presídio, Numa Esquinado Planeta, Calabar, Crônica de Ontem e de Hoje, General Góis Monteiro, A Pensão de Dona Brígida, O Último Deputado, etc.
Ocupou a cadeira de número trinta e dois da Academia Alagoana de Letras - AAL e a cadeira de número quatroze do Instituto Histórico e Geográfico do Estado de Alagoas - AHGAL.
Romeu de Avelar faleceu no dia 20 de dezembro de 1972, num acidente automobilístico na cidade de Leopoldina, no estado de Minas Gerais.
Seu corpo foi sepultado no Cemitério João Batista no Rio de Janeiro em 1983.
Anos depois, seus restos mortais foram transferidos para a cidade de São Miguel dos Campos.

( Texto Escrito Por: Ernande Bezerra de Moura )
* Membro Efetivo da Academia de Letras, Artes e Pesquisa de Alagoas e da Academia Miguelense de Letras Artes.

0
±1000 visualizações •
Atualizado em
Denuncie conteúdo abusivo
Ernande Bezerra ESCRITO POR Ernande Bezerra Escritor
São Miguel dos Campos - AL

Membro desde Junho de 2011

Comentários