Portal Escritores

JOSÉ BARBOSA DE MOURA

 

José Barbosa de Moura, nasceu no dia 13 de março de 1942, na cidade de São Miguel dos Campos, estado de Alagoas, filho de Francisco Marques de Moura e de dona Maria Olímpia de Moura. Seu primeiro emprego foi como balconista no Armarinho do senhor Otacílio Marques de Sá, também trabalhou em diversas escolas públicas do município, exercendo o cargo de Secretário, dentre elas: Colégio Imaculada Conceição, Escola Paroquial São José, Grupo Escolar Visconde de Sinimbu e Escola Ana Lins.
Assumiu a função de Gerente Administrativo do Centro Social Urbano Professora Antonieta Leite - CSU e fundou a Associação dos Moradores do Bairro de Fátima.
Desde jovem que Zé Barbosa tinha tendência para a cultura, não como um artista, mas como um Articulador Cultural, seu maior desejo era de um dia ver o desenvolvimento da cultura miguelense no cenário alagoano e a valorização dos artistas da terra pelos gestores municipais.
Sua luta, seus apelos, abriram os olhos de um grupo de intelectuais da terra, que se uniram a ele, para criação de um projeto para fundação de um espaço cultural, voltado não só para artes, mas também para a história do município.
E no dia 04 de fevereiro de 1984, o sonho de Zé Barbosa aconteceu, foi inaugurada a maior representatividade cultural do município, a Casa da Cultura.
Durante sua trajetória cultural, ele criou os seguintes grupos teatrais: GRUTAM, CACTUS E RAÍZES, Coordenou a equipe de artistas e de estudantes da cidade de São Miguel dos Campos, no programa Peu Marques " Minha Cidade e a Melhor " na TV Alagoas, canal 5, em Maceió, por duas oportunidades, por sinal, em uma dessas apresentações a cidade de São Miguel dos Campos, foi a segunda colocada entre as cidades alagoanas.
Zé Barbosa, conseguiu realizar na Praça Mansenhor Benício Dantas( Praça do Cais) o maior evento cultural já visto na cidade de São Miguel dos Campos, o " Festival de Talentos ", que contou com artistas de vários segmentos da área cultural do município e das cidades ciclos vizinhos, tais como: Música, Dança, Folguedos, Literatura, Artesanato, Artistas Plásticos, Arte Cênica e outras atividades culturais.
Criou no município o Grupo Musical " Sangue Latino " que teve a participação do então ainda desconhecido, Djavan, fundou também os seguintes grupos: "Vibrantes Caetés", " Ouro Negro ", " Fio da Terra " e a banda de forró " Paixão de Pião ", reativou a banda de música Maestro Bráulio Moreira Pimentel, juntamente com a Diretora da Casa da Cultura, Professora Gladys Bezerra Apratto e foi um dos responsáveis para o lançamento da Revista em Quadrinhos, sobre a história de São Miguel dos Campos.
Deu total apoio ao grupo de atores miguelenses para a realização da primeira encenação teatral " Paixão de Cristo ", que na época era comandada pelo diretor teatral, Domingos Mendonça.
Recebeu o "Título de Mensão Honrosa" do Colégio Nunila Machado e a Comenda Jornalista "Rodrigues de Gouveia" da Academia Maceioense de Letras, pelos relevantes serviços prestados a cultura Alagoana.
Zé Barbosa, foi um dos maiores incentivadores da cultura miguelense, foi também fundador vitalício da Academia Miguelense de Letras e Artes -AMILA.
O mesmo faleceu no dia 05 de março de 2016, na cidade de São Miguel dos Campos.

( Biografia escrita por Ernande Bezerra de Moura )












Comentários

Deixe seu comentário

Para enviar um comentário você precisa estar logado: login
Bezerra
Escrito por:
Bezerra
Escritor

Visão Geral do texto

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Publicado em 29 de Abril de 2019

Já foi visto 38 vezes

Favorito de 0 leitor

Categoria Biografias


38
Leram
0
Vão ler

Tags