Portal Escritores

O POVOADO DE SÃO MIGUEL E O DENSENVOVIMENTO DA VILA DO MESMO NOME


 

Não se tem registro da data oficial do povoamento do distrito de São Miguel o que podemos precisar é que ele é da mesma época da Vila de Alagoas.
Segundo a escritora miguelense Guiomar Alcides de Castro afirma em seu livro, que os primeiros moradores a chegar ao solo miguelense foram os irmãos João e Sebastião da Rocha, naturais da cidade de Viena de Castela, Portugal, que se estalaram nas terras marginais do Coité, em 1606.
Também existe essa outra versão, que o povoado de São Miguel surgiu, quando as suas terras foram fatiadas, onde várias pessoas foram contempladas, entre elas, Felipa de Moura e Sebastião Ferreira, em 1612.
Diante desses fatos podemos dizer que o povoado de São Miguel teve início na zona rural, com as construções das casas grandes, dos engenhos e das sesanlas. As primeiras casas a ser construída na zona urbana, foram às margens do Rio São Miguel, na Rua do Cais, depois os senhores de engenhos também começaram a envestir no povoado construído os grandes casarões.
Segundo informações certas da Capitania de Pernambuco, São Miguel já era curato sobre a evocação de Nossa Nossa Senhora do Ó, desde 1683, onde foi criado logo em seguida a Freguesia que leva o nome da santa, fato que aconteceu em 1702.
O povoado de São Miguel pertencia a Vila de Santa Madalena da Lagoa do Sul, depois Alagoas (Atual Marechal Deodoro), primeira capital da província de Alagoas.
A Vila de São Miguel foi criada pelo decreto do governo geral da regência em 10 de julho de 1832, divido o seu progresso e o seu desenvolvimento.
A Vila de São Miguel era considerada uma das mais importante vila da província, por ter um solo bastante produtivo e um complexo de engenhos de açúcar por toda região.
Ana Lins e os seus familiares, dominavam praticamente toda área açucareira da província, a maioria dos senhores de engenhos eram parentes da dama de ferro.
O Engenho Sinimbu ( Atual Usina Caeté ) de Ana Lins e o Novo Sinimbu ( Atual Usina Cansanção de Sinimbu ) de Manuel Duarte Ferreira Ferro eram considerados os principais pontos de entradas para os outros engenhos da redondeza, por serem os engenhos centrais.
O Rio São Miguel era o principal ponto de acesso para o transporte do açúcar e servia também de rota para as pessoas que viajam para fora da vila.
A Província de Alagoas era dividida em cinco vilas, que muito contribuí para o crescimento e desenvolvimento da mesma, fazia parte deste contexto: Vila de Porto Calvo, Vila de Penedo, Vila de Alagoas ( Atual Marechal Deodoro ), Vila de São Miguel e Vila do Poxim ( Atual Coruripe ).
A Vila de São Miguel era composta pelos seguintes distritos: Boca da Mata, Mosquito (Campo Alegre), Barra de São Miguel, Roteiro e Jequiá da Praia.
( Escrito por Ernande Bezerra de Moura














Comentários

Deixe seu comentário

Para enviar um comentário você precisa estar logado: login