Portal Escritores

A TAIEIRA DA MESTRA NAIR DA BERTINA

 

A Taieira aqui nasceu,
Neste solo esverdeado;
E hoje faz parte da história
Do meu município amado.

Surgiu da inteligência,
Dessa grande folclorista;
Que herdou do seu avô
O dom de ser artista.

Pelas ruas da cidade,
Ela mostrava o seu talento;
Em toda esquina se ouvia
O eco do seu grito.

Era a maior animação,
Quando Nair se aproximava;
E o grupo todo cantava
Em rima de devoção.

Lá se vai Mestra Bertina,
Com seu grupo enfeitado;
Vestidos de roupas de chitas
E com lenços iluminados.

Também vai a caterine,
Com a boneca nos braços;
Acompanhado da rainha
E do rei apaixonado.

E não esquecendo o mateu,
Com as suas emboladas;
Levando muitas alegrias
Para nossas criançadas.

Essa nossa tradição,
É a dança mais divina;
É obra é inspiração!
Da grande Mestra Bertina.

(Poesia de Ernande Bezerra de Moura)

























Comentários

Deixe seu comentário

Para enviar um comentário você precisa estar logado: login