Portal Escritores

MINHA PELE NEGRA

Minha pele negra é como a noite.

Carregada de histórias e de lutas,

Que jorra sangue no tronco dos açoites.

Minha pele negra ri e chora o lamento nativo

Dos que sofrem e morrem na esperança da igualdade.

 

Minha pele negra é a pele de todas as cores,

De todos os tons, de todas as raças, que apaziguam 

A dor e sonha com a liberdade.

Minha pele negra exala o calor e o suor do fardo da labuta,

Orgulha-se de ter saído das entranhas da mãe África,

De um povo negro, de uma religião negra, de um sangue negro,

De uma consciência negra.

 

Minha pele negra, etnicamente discriminada, nunca será esquecida

mesmo sendo marginalizada, chicoteada,

Não se deixará embranquecer sua incansável batalha pela redenção.

minha pele negra, meu orgulho e altivez, 

Revela meu desejo e meu próprio mérito.

 

santos_sc@hotmail.com

06 de setembro de 2019.

 

Comentários

Deixe seu comentário

Para enviar um comentário você precisa estar logado: login
Nilton Santos
Escrito por:
Nilton Santos
Escritor

Visão Geral do texto

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Publicado em 06 de Setembro de 2019

Atualizado em 06 de Setembro de 2019

Já foi visto 19 vezes

Favorito de 0 leitor

Categoria Poesias


19
Leram
0
Vão ler

Tags

Textos Relacionados
100 mais...

Por Lis Nogueira

Ignição

Por Majal-San

Chuva...

Por Lis Nogueira

Ainda mais, ainda...

Por Diôgo Barbosa

MENINA TENTAÇÃO

Por Ana Lívia

Textos do Mesmo Autor
Tudo é fugaz

Por Nilton Santos

ANGÚSTIA E SOLIDÃO

Por Nilton Santos

Duas faces

Por Nilton Santos

RETORNÁVEL

Por Nilton Santos

Devaneios

Por Nilton Santos