Portal Escritores

Quarto vivo

Quarto vivo

 

 

Brilha todo azulejo,

e descrevo minha ânsia

Dentro desse quarto,

onde repouso meus quadros

E minhas madeixas;

Brilha a brancura alva,

enquanto remexo ideias vagantes;

Deixei cair alguns sonhos,

e rapidamente me pus a sonhar outros.

 

Aqui, nesse mesmo quarto, onde brilham as pedras,

me recolho

Encolho e me aqueço.

 

Deixei soar algumas frases;

Deixei escapar algumas fraquezas;

Fi-lo porque qui-lo

E eis que me ergo

Me reparo

 

Encaro o brilho marmóreo

E pedra a pedra, fortaleza minha reconstruo:

Alta, na mais alta montanha.

 

Entendo-me, deito-me e protejo-me em meu brilho

Próprio.

 

 

Penélope SS

1-6-15  23h:47

Comentários

Deixe seu comentário

Para enviar um comentário você precisa estar logado: login
AdrianoRockSilva
Escrito por:
AdrianoRockSilva
Autor

Visão Geral do texto

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Publicado em 13 de Junho de 2015

Já foi visto 574 vezes

Favorito de 0 leitor

Categoria Poesias


572
Leram
0
Vão ler

Tags

Textos Relacionados
Treze

Por Ernani Viana Neto

Tempo...

Por Tainá Souza Santos

Sol em mim

Por Ernani Viana Neto

Soneto do silêncio

Por Leonardo Jordão

Soneto do ver

Por Leonardo Jordão

Textos do Mesmo Autor
2013

Por AdrianoRockSilva

Daqui a pouco...

Por AdrianoRockSilva

Você me quer?

Por AdrianoRockSilva

PENSAMENTO TOLO

Por AdrianoRockSilva